Netflix: Santa Clarita Diet.

fevereiro 17, 2017

A Netflix lançou uma nova série no início do mês: Santa Clarita Diet. Para os fãs de zumbi, não pense que vai ser aquele clichê do morto-vivo se arrastando atrás dos humanos para infectá-los e desencadear o apocalipse. Não! Longe disso. A série vai contar a história (bem-humorada!) de uma antiga lenda da Sérvia do século XVI se tornando real na vida de Sheila.
Sheila e Joel, seu esposo, são corretores de imóveis. Levam uma vida feliz e comum, se esforçam para dar o melhor para sua filha Abby, uma estudante do High School. E apesar de Abby tentar evitá-los o máximo possível, ainda assim ela é o orgulho do casal. Sheila e Joel, em um dia comum, levam um casal de clientes até uma casa, na qual estão tentando vendê-la há algum tempo, ao chegar lá Sheila se sente muito mal e vomita em TODO o banheiro, de formal anormalmente exagerada. Junto ao seu vômito sai uma bolinha vermelha (até então não-identificada). Tudo fica muito mais estranho quando Joel entra no banheiro e encontra sua esposa no chão, aparentemente morta, pois não tem batimentos. E segundos depois ela acorda e fala normalmente com ele. Depois desse evento tudo se torna muito estranho. Sheila se torna impulsiva, compra uma Land Rover sem conversar com Joel e analisar as condições de pagamento, aconselha a filha Abby a sair da escola e se tornar poetisa, seu libido aumenta de forma considerável, ela começa a perder algumas partes do corpo, e tem acesso de raiva em alguns momentos. Características que até então não faziam parte da personalidade de Sheila.
E o mais bizarro de tudo? No outro dia ela acorda com uma vontade de comer carne crua. Inicialmente a carne moída da sua geladeira, mas após isso a carne de animal não é o suficiente. Joel e Sheila agora vão ter que ir atrás de pessoas "mau caráter" e solitárias para matar e servir de alimento para Sheila. Mas esse era apenas o primeiro problema que eles teriam que enfrentar. Seus vizinhos de ambos os lados são policiais, eles não querem envolver Abby na história (apesar de ela já saber boa parte), vão ter que lidar com a nova personalidade de Sheila, e seu vizinho e xerife Dan bisbilhotando a vida deles.
O que eu achei da série? Bem, eu sou bem suspeita para falar de comédia. Pois adoro histórias levinhas, que me faça rir, seja equilibrada, etc. E a série é tudo isso e muito mais. Sheila, apesar de toda a mudança no estilo de vida, continua a priorizar a família e se possível se sacrificar para protegê-los. Joel é um super-marido, faz tudo pela sua esposa, quer vê-la bem, a protege e apoia acima de qualquer coisa. Um personagem super engraçado, e a forma como Sheila e Joel se completam e se apoiam é muito bonita. Abby é a parte de humor-sarcástico da série. A garota e seu amigo/vizinho são completamente opostos e super companheiros. Sheila e Joel tentam constantemente se aproximarem mais de sua filha, e essas tentativas nos proporcionam várias risadas, muitas vezes.
A primeira vez que vi o trailer eu já sabia que iria gostar da série. Esperei ansiosamente, como agora espero a segunda temporada. A série prioriza o humor sempre, mas de forma bem equilibrada e não-apelativa. As cenas são extremamente realistas e a escolha e atuação dos atores é impressionante (não é pra menos, Drew Diva Barrymore). A produção não poupou as cenas da alimentação de Sheila, se ela é zumbi então sim, ela vai comer pessoas e seus órgãos. Se você não é acostumado, não se preocupe, fecha os olhos mas não perca essa série ótima. O roteiro é muito bom, não enrola exageradamente, todo episódio nos traz algo novo, e foge totalmente das história de zumbi que já se tornaram comum. Vale muito a pena, como sempre a Netflix mostrou que está aí com muito talento e criatividade, e que não vai poupar esforços para produzir as melhores séries. E esses dez episódios da primeira temporada é só o começo, ainda temos perguntas a serem respondidas. Como ela se tornou zumbi? Tem realmente cura? O que era a bola vermelha que ela vomitou? Essas perguntas, Joel já deixou claro que não vai medir esforços para responder todas elas. E embora Sheila esteja amando a sensação de estar mais viva do que nunca, se for pelo bem de sua família, sem dúvida, ela escolherá ser curada (se isso for possível).

 Ainda tem muita história pra rolar, muitos pontos a serem abordados, perguntas a responder e muita coisa a desencadear. A série tem potencial e apesar de ter iniciado apenas com 10 episódios com média de 29 minutos, já tem muita crítica super positiva rolando. Sem dúvida uma segunda temporada vai acontecer (apesar de não ter nada confirmado ainda). Se você não assistiu a série, o que está esperando? Corre! Vai na Netflix e aproveita. Eu juro que você não vai se arrepender, e vai se divertir muuuito com essa família nada normal.

Leia Também:

2 comentários

  1. Eu ando querendo assistir essa série, mas ao mesmo tempo fico pensando que não veria nunca iaeiuhae. A parte de comer carne viva e todas essas coisas já faz meu estômago dar um alô rs, mas a história me interessa muito e parece ser incrível ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história é ótima mesmo, no começo até eu que já sou acostumada a ver essa coisa de zumbi comendo gente, e até gente sendo cortada e tudo o mais (vulgo Greys Anatomy & The Walking Dead, entre outros) estranhei um pouco. Mas dá pra relevar, além do mais ela não mata com tanta frequência assim, então normalmente ela fica só tomando suquinho de gente batida no liquidificador hahaha.

      Excluir